Private Practice e minha revolta de sériemaníaco + Desperate e The Good Wife

14 de abril de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Outro dia disse qua ia abandonar PP e quase fiz isso, foi realmente por pouco que decidi assistir esse novo episódio.

Aí foi meio que uma sensação de porque, porque precisam realmente produzir episódios ruins?

Tipo as produções tem por obrigação colocar no ar cerca de 24 episódios por temporada mas e se a criatividade permite que apenas 20 ou menos sejam realmente bons?

Pra que fazer tanto quanto na verdade o menos pode significar mais?

Se eu tivesse levado minha irritação a sério teria perdido aquele momento bonito e realmente emocionante entre Peter e sua mãe.

E aquele drama do menino? Quando o avô finalmente resolveu deixar de ser travado e declarar seu amor? Foi lindo!

Ainda teve a mala da Violet ouvindo poucas e boas #adoro

Ou seja, eu quase perdi tudo isso.

Ser sériemaníaco não é nada fácil…

::

O mesmo pode se dizer de Desperate Housewives, mas essa eu acho que chegou no momento de dizer adeus porque a criatividade realmente acabou.

Acredito que se eu parar pra contar não listarei dez episódios realmente bons na temporada.

Esse da sequência da morte de Beth foi, mas e aí?

Acredito que tem dois bons momentos para o The End: quando a produção ainda tá boa, pra terminar no auge, ou quando está quase perdendo a dignidade.

#significa

::

E nada do que eu disse pode ser considerado sobre The Good Wife, a situação é outra.

Por mais que tenham dado um stop no triângulo Peter X Alicia X Will, cresceram em outros sentidos.

Hoje tem uma excelente história nos tribunais e na política que foi muito bem desenvolvida e, agora, vão encerrar a temporada deixando ganchos para o que vem por aí: o envolvimento entre Kalinda e Peter. Ou seja, bafos.

Aliás, Kalinda e Ely cresceram e hoje fazem total diferença.

E o surto de Ely? Excelente!