Problema dos filmes na TV é maior do que se pensa?

Nas últimas semanas tenho comentado bastante sobre o prejuízo causado pela Sessão da Tarde nas atrações que vem na sequência.

Sempre digo que os longas, fracos, não conseguem boa audiência. Os índices andam girando em torno de nove ou dez pontos.

Aí que estava observando os relatórios de audiência dessa semana e acabei concluindo que o “buraco é mais em baixo”.

Acho que chegou ao fim a era dos filmes na TV.

Os DVD´s piratas que chegam nos camelôs na mesma velocidade que as estreias no cinema – assim como os downloads – somado ao fato de que muitos longas estreiam com mais agilidade nos canais pagos – a classe C tá dominando geral – andam fazendo com que o público perca o interesse nas sessões de cinema da TV aberta.

Veja bem, a Tela Quente, há décadas a de índices mais expressivos, sempre acima de 30, fez apenas 18 segunda passada.

Tela de Sucessos e Cine Espetacular que também bombavam no SBT, mais de 20 pontos no final da década de 90, batendo a Globo, inclusive, fizeram cinco e seis, respectivamente.

E nem é por falta de boas opções!

Ontem teve X-Men no Domingo Maior e a Globo conseguiu apenas 11.

A Temperatura Máxima e Super Tela, uma na Globo e outra na Record, tiveram duas deliciosas comédias em cartaz e fecharam com 11 e sete.

Em dia de estreia na Rede TV o Cine Especial obteve dois.

Tá na hora de rever isso, não? Ou adiantar a exibição para competir com camelôs, downloads e DVD´s ou buscar outro tipo de atração.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*