Profissão Repórter mostra onda de protestos no mundo

30 de novembro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

O ‘Profissão Repórter’ desta terça-feira, dia 29, mostra as manifestações que acontecem em vários países. Os repórteres viajam para os Estados Unidos, Grécia Inglaterra e Egito para acompanhar as manifestações e a situação de cada local.

Na última quinta-feira, dia 24, em Nova York, o movimento “Ocupe Wall Street”, lançado nos Estados Unidos e que se espalhou por todo o mundo em protestos contra injustiças do sistema financeiro, fez uma manifestação às vésperas do Black Friday, o dia tradicional em que as grandes lojas do país fazem uma promoção durante o feriado de Ação de Graça. Caco Barcellos acompanha as histórias dos jovens que participam e o que eles reivindicam. Em Londres, a repórter Paula Akemi acampa na praça Saint Paul, próximo do coração financeiro da cidade, e mostra como o “Ocupe Wall Street” ganha força fora dos Estados Unidos.

Na Grécia, a reportagem do programa segue para a praça Sintagma, palco de grandes protestos em Atenas. Por lá, o retrato de um país em crise, o comércio fechado e muito quebra-quebra da população. Paula Akemi acompanha a história de Isabel Brito, uma brasileira que mora na Grécia há 30 anos. A crise não está distante do seu dia a dia, seu filho Alexandre, que está na faculdade de engenharia, não recebe pagamento pelo estágio que antes era remunerado, e agora tem que pagar pelo material da faculdade, antes dado de graça pelo governo.

O repórter Thiago Jock segue para o Egito para acompanhar de perto a rotina dos ativistas que ocupam a praça Tahir, no Cairo. Ele mostra o refúgio dos militantes e o protesto que vai além das armas, eles contam com as imagens. Em todos os embates, imagens gravadas vão parar em um site que mostra os bastidores das manifestações.

Em São Paulo, a repórter Eliane Scardovelli acompanha a chegada de brasileiros que deixaram Portugal depois da greve geral. A repórter conhece Jussiara Cordeiro Leite, que morava no país há 11 anos, mas resolveu deixar depois da recessão. Agora, ela e a filha de 7 anos que não conhecia o Brasil, procuram uma chance de recomeçar.

O ‘Profissão Repórter’ vai ao ar logo após ‘A Mulher Invisível’.