Programa de Rafinha é um erro e precisa ser revisto

A pressa as vezes é inimiga da perfeição. Quanto tempo Fátima Bernardes levou para estrear seu programa? Quase sete meses.

Rafinha e sua trupe, na ânsia de se vingar do Pãnico, no caso um desejo da Rede TV, acabaram trocando os pés pelas mãos.

A cada semana o dominical perde a audiência que já não tem.

No caso, até que a Rede TV pode se sentir vingada, pois o programa, agora na Band, também perde pontos a cada nova semana.

A questão é: domingo vi o Saturday Night Live em diversos momentos e entendi que estão focados em fazer sátiras de atrações televisivas.

Um recurso até interessante, popular eu diria. O Casseta não tinha seu melhor momento fazendo piada com as novelas?

O problema é: não estão fazendo rir.

O SNL tem no elenco alguns profissionais que eram do É Tudo Improviso e eles mandavam muito bem ali. Isso não ocorre no SNL.

Ou seja, o x da questão está com quem escreve o roteiro do programa. E no fato de, opinião pessoal, Rafinha não ter a menor graça.

Eu prefiro o Rafinha sério, daquele quadro que cobrava políticos no CQC ou sua passagem por A Liga.

Enfim, o mais inteligente, devo dizer, é fazer jus ao nome e exibir a atração aos sábados, depois do Mega Senha. Pega em alta e, quem sabe, dá dá sorte de pelo menos manter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *