Quando a gente sonha, chora e acorda triste

18 de outubro de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Hoje tive um sonho estranho e acordei muito triste.

Eu estava precisando de algo de minha agência bancária e um dos funcionários me ajudou. Fui muito bem atendido por ele, sabe quando você meio que faz uma amizade?

Não me recordo o que aconteceu depois, mas acabei ligando em sua casa. Quem atendeu foi a mãe, muito preocupada porque ele estava sendo ameaçado por alguns bandidos. Também não me recordo por conta de que.

Depois fiquei sabendo que o rapaz foi assassinado.

Chorei muito no sonho, chorei por ele e por nossa sociedade que se deteriora dia após dia, com pessoas que se julgam superiores aos outros, gente passando a perna nos seus semelhantes acreditando que isso não terá uma consequência e, como no sonho, inocentes perdem a vida deixando familares e amigos inconsoláveis.

E eu ali, chorando por alguém que tinha acabado de conhecer. Mas quantas vezes não choramos assistindo ao noticiário, apenas porque somos… humanos?!

Não costumo me lembrar dos sonhos que tenho, muito menos com tantos detalhes. Mas isso acontece porque esse ficou em minha cabeça durante todo o dia.

“É a vida desse meu lugar, é a vida…”