Quando a Globo dá uma de SBT

Quando a Globo dá uma de SBT

20 de maio de 2013 2 Por Endrigo Annyston

Em Junho teremos a volta de Marimar no SBT. Tudo bem que a Thalia tem muitos fãs no Brasil, mas ninguém morreria se ela passasse alguns anos sem aparecer na tela da tv do Silvio. A novela acabou só há um ano e alguns meses. Mas é no SBT, que às vezes deixa de ser o Sistema Brasileiro de Televisão para ser o Sistema Bizarro de Televisão. Sempre foi assim e quem ainda se assusta com essas surpresinhas  é porque não conhece a emissora.

 Para espanto geral da nação a Globo resolveu dar uma de SBT e colocou no Vídeo Show no quadro novelão um compacto de Avenida Brasil, novela que acabou em outubro do ano passado e que, portanto, está fresca na memória de seus telespectadores. Tudo bem que o Vídeo Show anda capenga, mas não é Avenida Brasil que vai resolver esse problema porque quando o compacto acabar tudo volta à estaca zero. Deveriam pensar em melhorar o programa num todo e não trazer um paliativo e na hora errada ainda por cima. Trazer de volta Avenida Brasil na última semana de Salve Jorge e exibi-la também junto com a estréia de Amor à vida é pelo menos uma atitude sem noção. O foco deveria ser todo para Salve Jorge na sua última semana e depois todo para a estréia de Amor à vida.

 O quadro novelão surgiu para trazer de volta grandes sucessos da emissora em forma de compacto. O destaque era e deveria continuar sendo as novelas mais antigas ou que por algum motivo não podem ser exibidas no Vale a pena ver de novo. É um quadro interessantíssimo porque é sempre bom relembrar grandes sucessos, mas com essa escolha de Avenida Brasil o quadro foi desfigurado. Primeiro reexibiram A favorita, tudo bem, passou há mais tempo. Foi válido. Deu tão certo que tiveram a brilhante ideia de escalar a trama da Carminha, também do João Emanuel Carneiro. Aliás, pelo visto, o JEC virou a Thalia da Globo. O que se constata é o seguinte: quando a audiência cai e o desespero bate até a Globo desce do salto e toma algumas atitudes questionáveis igual suas concorrentes. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.  


* Gilmar Moraes