Record desiste de lutar pela liderança

A TV Record jogou a toalha. Nadou, nadou e vai morrer na praia.

Uma nova série de demissões está programada para acontecer nesta semana em São Paulo, na mesma intensidade da ocorrida no Rio de Janeiro semanas atrás onde centenas de funcionários foram dispensados.

Após esse “limpa”, a emissora irá estudar propostas de produtoras independentes, o que significa terceirizar a programação.

Segundo Flavio Ricco, a Casablanca, que anos atrás foi responsável pelo fiasco Metamorphoses, é forte candidata para tocar O Melhor do Brasil, Legendários, O Aprendiz e até o Programa do Gugu.

A medida visa diminuir os custos e, a consequência, é diminuir a qualidades das produções.



4 comentários em “Record desiste de lutar pela liderança”

  1. Diminuir as qualidades das produções é fogo! Você tá sendo bonzinho Endrigo! Para diminuir qualidades, primeiro tem que se ter alguma. O Gugu mesmo, o que tem de bom naquele programa meia-boca dele???

  2. Que eu me lembre Metamorphoses tinha uma ótima qualidade. O texto que era fraco.
    Besteira dizer que a qualidade vai cair só porque será feito por terceiros. Às vezes deve até melhorar sem os dedos da Record diretamente.

    Uma dúvida é: se terceirizarem a dramaturgia os diretores vão trabalhar nas produtoras?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *