Record vive dia difícil e SBT aproveita pra plantar que cresceu

Record vive dia difícil e SBT aproveita pra plantar que cresceu

16 de outubro de 2013 6 Por Endrigo Annyston

O SBT enviou um release à imprensa com o seguinte título: “SBT detona horário nobre da concorrente nessa terça-feira (15)”. O canal tomou tal atitude por conta dos baixos índices de audiência registrados pela Record, com direito a novo recorde negativo do reality show “O Aprendiz – O Retorno”, que registrou míseros 3,8 pontos.

Um índice preocupante, ainda mais quando Roberto Justus fez questão de alardear o quanto o público cobrava seu retorno à atração e o fato de “O Aprendiz” ter ‘sua cara’. A audiência não tem correspondido dessa forma.

Ao mesmo tempo, também não faz o menor sentido o SBT acreditar que detonou a concorrente. A lógica é a sequinte: o canal de Silvio Santos venceu a Record porque a segunda registrou baixa, e não por méritos próprios, por seus índices terem sido incrivelmente surpreendentes.

Nada impede, no entanto, que comemorem o ‘feito’, a questão é que foi meio que um presente do canal de Edir Macedo. Todo mundo sabe, e a grade lotada de reprises e enlatados é prova disso, que o SBT não tem bala na agulha. É um oba-oba que vem com prazo de validade.

A Record, por mais defeitos que tenha, tem trabalhado pra tentar cativar o público que perdeu, e ampliou seus resultados, depois de meses de queda. Tem programação ao vivo, mesmo que muitas vezes na base do sensacionalismo, e segue apostando em novidades para a grade. Só para o final do ano, seis especiais serão exibidos, expediente que antes só era visto na Globo.

Enquanto isso, para o Natal, é bem capaz de o SBT reprisar a continuação de “A Usurpadora”, com aqueles capítulos que mostram como está a família Bracho após o final da novela.

Ou encontram outra opção no baú.