Regina Duarte consegue ser ótima e péssima

5 de novembro de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Regina é um caso de atriz que me intriga: ela consegue ao mesmo tempo fazer uma cena espetacular e outra digna de pena.

A atriz sabe fazer uma batalhadora como ninguém, estão aí as Helenas, Raquel e cia para provar, mas…

Já repararam quando ela vai fazer uma cena ou de muita dor ou de coitada? Ela contorce o corpo e o rosto e faz uma cara de quem, sei lá, tá segurando um pum.

É algo muito bizarro, reparem.

Eu não sei onde que ela descobriu que essa é uma atuação de sofrimento e, detalhe, fez isso durante toda sua vida.

Ou seja, ela arrasa num bom barraco e grita como ninguém, mas Regina chorando… só por Deus!