Retrô: #AltasHoras consegue ser melhor a cada ano

Já disse aqui e vou repetir sempre que o Altas Horas é o melhor e mais completo programa de auditório da TV nacional.
Enquanto demais atrações vivem um ciclo de repetições, seja copiando o concorrente ou resgatando algum sucesso do passado, Serginho Groisman e sua competente equipe inovam.
Acabo de assistir a reprise no MultiShow, e, creiam, um programa exibido em plena madrugada vai estar engajado em uma preocupante causa: o bullying.
Sabe o que é isso?
Colocar apelidos nas pessoas por conta de sua aparência ou comportamento.
Serginho conversou com o estudante Felipe Matos. Ele emocionou a plateia ao dizer não ter amigos na escola e que as pessoas o excluíam.
Acabou sendo entrevistado.
Mas não apenas isso torna o Altas Horas interessante.
Em comemoração aos dez anos da atração, Serginho resgata personagens comuns que participaram do programa. E não é uma novidade: o apresentador sempre deu espaço para a plateia, tanto que sua marca é o “Fala Garoto!”.
Já que o pessoal adora copiar, poderiam dar uma espiada no Altas Horas. Só que coisa boa ninguém copia, né?
Palmas Serginho!
* publicado originalmente em 25 de abril de 2010

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *