Retrô: As tardes da #Record e uma angústia sem fim

Difícil imaginar até quando a Record vai se debater ao tentar encontrar um projeto que dê frutos em suas tardes.
Entra desenho, sai desenho; entra série, vem reprises da grade; lançam programa, cancelam, chamam o Pica-Pau de novo ou a Xena, que já estão cansados de tanto vai-e-vem.
Agora, segundo o noticiário, vem uma nova revista eletrônica, sob o comando de Brito Jr. e uma outra apresentadora ainda não definida, nos moldes do Hoje em Dia, que já foi um sucesso das manhãs até conseguirem detonar com a revista eletrônica.
E sabe o que é pior?
A Record volta com tudo e tenta todas as possibilidades, contudo não faz o óbvio: retomar a única atração que realmente deu certo e deixou saudades em suas tardes, a primeira versão do Tudo a Ver.
É aquilo que disse outro dia: eles tem munição mas não sabem usar.

* publicado originalmente em 24 de março de 2010



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *