Ringer é estranha, feita de qualquer jeito e, ainda assim, instigante

17 de setembro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Vi ontem o piloto de Ringer, nova série de Sarah Michelle Gellar, a eterna Buffy.

De um modo geral achei bizarra e mal feita.

O que eram aquelas cenas do passeio no mar? Muito estranhas, irreais.

Acho que falta a Ringer nos convencer sobre o que está acontecendo, está tudo muito jogado no ar, não parece ser um trabalho sério.

Ao mesmo tempo é uma produção que instiga, deu vontade de saber o que vai rolar na sequência, e isso, somado à trilha sonora, é um ponto positivo. Um dos poucos.

Pode ser que valha mais um episódio, contudo, se continuar desse jeitinho, com a impressão que foi gravada às pressas sem uma pré produção séria, é bom passar longe.

Aguardemos.