Rizzoli & Isles: Lista de imperdíveis? Simmmm! (1X04)

Primeiramente eu preciso dizer que adoro a música da abertura! Sempre penso isso mas esqueço de comentar.

Em segundo lugar que adoro a mãe de Jane e a forma como Angela tem crescido dentro da série, faz diferença.

Por fim, acho que definitivamente devo assumir que gosto de R&I sem medo. Devo parar com a cisma de que estou vendo algo ruim e que não vai dar em nada.

Comecei a assistir o episódio crente de que o pai, que eu achei esquisito, na verdade tinha um caso com a amiga esquisita da moça assassinada. Ela descobriu e, por isso, foi morta por um dos dois ou por um plano maléfico deles.

Pra minha surpresa, não havia nada de previsível e um longo caminho foi percorrido até descobrir que nem o namorado era o assassino. Na verdade a moça era prostituta, se envolveu com quem não devia e por isso foi assassinada. E quase que sua amiga teve o mesmo fim.

Agora, já que falamos da mãe de Jane… o que era aquele carro todo problemático? E o mendigo cantando Jane?

Muito bom! Com esse episódio Rizzoli & Isles conquistou uma vaga na seleta lista de imperdíveis!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *