Sabe porque eu sou fã de João Emanuel Carneiro?

Não assisti Da Cor do Pecado e não me arrependo. Achei muito… muito… sei lá, pense em qualquer adjetivo bobo para a família Sardinha.

Sei que foi um fenômeno de audiência, mas eu passo.

Passei a gostar do autor em Cobras & Lagartos e a admirá-lo após o fenômeno A Favorita melhor novela que vi na vida. Aquilo sim é um tremendo roteiro para telenovela!

Agora ele nos presenteia com A Cura.

É bem verdade que essa série me irrita um pouco por ser semanal. Queria saber quem foi a “anta nordestina” que optou por exibir essa produção como série e não minissérie, enfim…

A questão é que mesmo não tendo a mesma agilidade da novela – e nem deveria- tem uma história super interessante e envolvente, além de instigar, ou seja, nos faz querer ver mais e mais pra saber onde vai chegar.

Não é previsível e essa é outra marca registrada do autor.

E por isso eu sou fã: produz roteiros originais e instiga, totalmente diferente da maioria do autores brasileiros.

Sabe, decidi que definitivamente meu negócio é serie e estou investindo fundo nisso. Estou me especializando, pode ser o rumo definitivo, ou seja, o futuro do Cena Aberta.

E essa opção acontece por culpa dos autores de nosso país: estou cansado de mais do mesmo.

E lá fora o povo é tão, tão mais criativo e profissional, dá gosto.

Da mesma forma que dá gosto assistir o JEC.

Pena que nem todos os autores são assim, né?

Vida longa!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *