“Sangue Bom” tem cara de “Malhação” com pegada de novela adulta

As primeiras chamadas de “Sangue Bom” davam a impressão de que a novela teria cara de “Malhação” e isso não apenas por ter seis jovens como protagonistas.

A própria abertura da novela reforçou essa sensação. Mas só a estética, “Malhação” nunca teve um elenco desse porte e um texto tão inteligente, cheio de citações. Citações que foram o ponto alto de “Ti Ti Ti” e voltaram com tudo no novo folhetim.

Na voz dos personagens, o próprio folhetim vira motivo de piada com Barbara Ellen dizendo ter recusado um papel de atriz decadente e que brigou com Dennis Carvalho por causa disso. Em outra ocasião, a mesma personagem diz ter recusado ser a Carminha de “Avenida Brasil”.

Em um universo em que paira o egoísmo, com briga de egos, Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari dão show de humildade ao prestigiar o passado e o presente da Globo.

E é esse mesmo texto que rende cenas impagáveis nas mãos de duas atrizes que desde a estreia estão roubando a cena. A novela tem protagonistas jovens, mas, até aqui, “Sangue Bom” é de Giulia Gam e Marisa Orth.

Barbara Ellen com sua pegada no humor ao mesmo tempo em que é a vilã da história e Damaris com seu jeitão fazendo de tudo para reconquistar o marido, até bancar a Mulher Mangaba.

Cabe dizer, no entanto, que tirando Sophie Charlotte o elenco jovem está muito bem representado. A moça está crua, sem expressão. Destoa dos demais.

Ela e Rômulo Arantes Neto. Não sabia que tentar fazer “cara de sexy” o tempo todo é atuar. Deve ter aprendido com a namorada Cléo Pires, que tem como mote o biquinho.

Além deles, ainda estou em dúvida com relação a Malu Mader. Malu pobre tá difícil. A atriz já não andava convencendo enquanto rica, mas tem em Rosemere a chance de dar uma reviravolta em sua carreira.

Fora isso, a sensação de que, como em “Salve Jorge”, a novela tem muitos, muitos personagens. Todos com destaque, bom dizer, mas ainda assim em excesso.

Tem humor e tem pegada, só precisam de uma pimenta no enredo, pois a sensação, até aqui, é de que a  trama está funcionando, mas ainda falta alguma coisa.


* Publicado originalmente na coluna A TV Em Cena

One thought on ““Sangue Bom” tem cara de “Malhação” com pegada de novela adulta

  1. Estou adorando Sangue Bom, uma novela leve, divertida e cheia de histórias. O enredo mostra como a história de cada personagem esta ligado a de outro, como uma rede. Também acho que Damaris e Bárbara estão sensacionais. Ambas divertidíssimas, mas discordo completamente quando se trata da atuação da Sophie Charlotte. A menina esta arrasando, sempre desconfiei de seu talento, mas desta vez ela esta convencendo com sua amora. Acho que ela encarnou o estilo da personagem, trazendo na personalidade aquela dúvida sobre ser uma moça naturalmente boa, mas mascaradamente má. Penso a mesma coisa da Malu Mader, é a grande chance e por enquanto esta bem, mas tenho dúvidas sobre o Jaime Monjardim que me parece muito comum as vezes. É isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *