SBT, Band e Record optam pelo lado mais fácil

Já conhecemos os editoriais da Record descendo a lenha no Ibope, assim como é frequente José Luis Datena virar notícia por estar  criticando o presidente do instituto.

Agora, pelo que entendi, é a vez do SBT lançar uma campanha em que irá premiar os telespectadores que revelarem ter o “peoplemeter” em casa.

Lembrando que a emissora, anos atrás, lançou o Datanexus, instituto que concluiu que… bem, os dados eram semelhantes aos do Ibope.

O que me admira, no caso, é a coragem dessas emissoras ao brigarem por… nada.

Estão oferecendo o que, de tão bom, que realmente merece dar uma audiência incrível?

A Globo está em queda livre e não vejo, em nenhum momento, a emissora chorando. Eles seguem trabalhando para tentar recuperar o público perdido, mesmo com suas novelas batendo recordes negativos históricos.

O SBT passa o dia inteiro com reprises, tendo como único atrativo a novelinha Carrossel, e ainda assim quer passar a Record?

Cê jura?

É bem verdade que, no programa de Silvio Santos, o dinheiro que as colegas de auditório levam pra casa “caem do céu”, mas, na dura realidade, as recompensas costumam vir depois de um longo período de trabalho.

Acho que ele deveria saber disso, já que começou como camelô.

Assistimos de camarote o SBT retomando a segunda posição enquanto a Record estava enfraquecida, entretanto, nos capítulos recentes dessa história vimos a Record se mexendo para tentar reverter a situação.

Enquanto isso… bem, enquanto isso, o pessoal do SBT se juntou aos demais, no camarote. E estão ali, assistindo e reclamando do atual panorama.

Dizia Vovô Mafalda: mamar na vaca vocês não querem, né?

Dica: ao invés de um concurso para encontrar casas com peoplemeter, vamos procurar quem realmente entenda de TV e possa reverter o atual panorama.



9 comentários em “SBT, Band e Record optam pelo lado mais fácil”

  1. Lucille Dean Albuquerque Figueroa

    Muito bom o texto.
    Embora lá vamos nós continuar a insistir na mesma tecla.
    No caso agora é o SBT que está berlinda.
    Tudo bem, o canal está onde está por merecer.
    É uma vergonha que agora venham questionar onde está o ibope que estava aqui?
    Como você mesmo falou, tem ma programação sofrível. Só para alguns apaixonados pelo canal que ousam assistir.
    A Record também está na lama. Só consegue pontos extras por causa da farta oferta de material policial no mercado.
    Não vejo mudança alguma na Record. Só a exploração do sensacionalismo.
    A Globo caiu na audiência, mas continua com o dobro de Record e SBT em SP. No PNT a diferença é maior.
    A Globo produz, vende e ganha muito bem em cima disso.
    A Record produz, vende e tem prejuízo, devidamente coberto pela IURD.
    Já o SBT não produz, com exeção de Carrossel e quer ganhar em cima das reprises das reprises, das reprises já reprisadas pela reprise da reprise e assim infinitamente. Ganha o que merece.
    A Band e a Rede Tv, assim como a Record, vivem do dinheiro vendido para igrejas.

    A tv aberta vai logo para na chon como dizia Dona Armênia de Rainha da Sucata.
    Mas a última a cair será a Globo. Há quem duvide.
    Evidentemente sabemos o porquê!

  2. eu acho que a crise é geral, e posso falar por mim mesmo. acho que eu nunca vi tão pouca coisa na televisão aberta. só assiste quem realmente gosta de deixar a TV ligada mesmo sem ter nada de bom no ar. não ando vendo nem a Xuxa, e vocês sabem que gosto dela. mas os convidados, semana após semana, são horríveis.

    eu não encaro o que não gosto, não dá!

  3. Realmente a TV aberta tá horrivel. Ultimamente só tenho visto a Globo. Guerra dos Sexos, Louco por Elas, Pé Na Cova e Esquenta. TÁ PUXADO!

  4. A programação da globo não está" lá essas coisas",mas as outras também não sabe, aproveitar esse momento e investir em novos programas,antes que a globo estreiar sua nova programação em abril.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *