SBT: Os 30 anos do canal que nadou, nadou e acordou antes de morrer na praia

Os últimos anos não foram um mar de rosas para o canal de Silvio Santos.

Acostumado a ser a segunda opção depois da Globo o SBT acreditou que nunca seria incomodado, tanto que existia até quem tirasse onda com as constantes oscilações de Silvio Santos que mudava horário de programas e cancelava atrações a qualquer momento.

Sabe a mulher – ou o homem – que para de agradar o parceiro e, assim, o relacionamento cai na rotina? Então, geralmente acaba em separação.

E muita gente se separou do SBT, outros esperaram na esperança de que um dia a situação iria mudar.

É possível dizer que isso aconteceu?

Mais ou menos.

Se você prestar atenção a situação não é tão diferente com relação aos últimos anos: tem jornal da madrugada que é gravado na véspera e repetido a exaustão; programação da tarde repleta de reprises como sempre aconteceu; jornal com opiniões do arco da velha; as principais sessões de filmes vivem de reprises e etc e tal.

Só que algo realmente é diferente: existe a consciência de que o SBT perdeu mercado e precisam virar o jogo, voltar a brigar como a emissora forte e querida que sempre foi.

Qual o canal mais popular do Brasil, conhecido pelos melhores programas de auditório? Melhores infantis? O SBT.

Comemorar 30 anos no ar não é para qualquer um e, no caso do SBT, existe uma relação inegável de carinho por parte do público que torce para que a emissora volte aos bons tempos.

O lado bom?

Acordaram enquanto o genial, porém teimoso, Silvio Santos felizmente ainda está por aqui. Creio que se deixassem para depois talvez poderia ser tarde demais.

A verdade, num balanço final, é que apesar de tudo, pela transparência, honestidade, dignidade e humildade que marcam a trajetória do SBT, esse canal merece muito mais ser o segundo do Brasil que a outra, totalmente sem personalidade e hoje mais perdida que moeda de um centavo.

Portanto, nessa semana de aniversário, meu sincero voto de que o SBT faça jus ao slogan e volte a ser a TV mais feliz do Brasil!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*