SBT precisa parar de depender dos outros

Uma coisa muito curiosa acontece pelos lados da Anhanguera.

Em época de A Fazenda, o canal de Silvo Santos vivia superando a média dia da Record.

Todos imaginavam o óbvio: se o que ainda segurava a Record era o reality, quando ele terminasse o SBT nadaria de braçadas.

É normal a gente esperar por isso, mas parece que o pessoal do SBT também ficou ali, na moita, aguardando pra dar o bote.

Não conseguiram pois, surpreendentemente, desde que a produção terminou os índices do SBT caíram.

Sem Maria do Bairro ou outra novela realmente interessante nas tardes e contando apenas com Carrossel, não rolou a tal virada.

Culpa de quem? De quem não se preparou, não existia uma cartada. Nada.

Da mesma forma esperaram a estreia de Fátima Bernardes, crentes de que liderariam facilmente na faixa matinal por serem os únicos com infantis. Ledo engano, Encontro pode não ser um sucesso mas mantém os mesmíssimos índices da TV Globinho.

O SBT, portanto, só esboçou reação nas férias.

Acaso investiram no Bom Dia & Cia? Também não.

Em resumo, um passo para frente, dois para trás.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *