Sessão de Terapia: Dora (1×05)

6 de outubro de 2012 0 Por Endrigo Annyston


Rancor, mágoa, decepção, tudo muito bem transferido entre Dora e Théo. Ele busca terapia, mas não sabe muito bem o motivo, ela o análise e demonstra não ter paciência para os joguinhos do amigo, e nessa quem sai ganhando somos nós.

Zécarlos Machado pode ficar mais a vontade, mostrar mais de seu personagem e ainda termos uma explicação maior sobre Théo, e isso foi importante para vermos mais da complexidade do personagem e da maneira como o ator o está conduzindo.

O papel de Selma Egrei foi mais difícil, pois Théo sendo terapeuta ficou arredio com a maneira em que, Dora, sua amiga, conduzia a conversa, o atiçava, colocava-o contra a parede Egrei se posicionou bem e demonstrou o rancor de anos após ele deixar a terapia, mas soube deixar o carinho aberto para ele.

Dora consegue ir além dos problemas com os pacientes de Théo e vê ali um medo nele, medo de que sua esposa, Clarice (Maria Luíza Mendonça), o esteja traindo, e ele acaba confundindo ainda as coisas com o que acontece com Julia (Maria Fernanda Cândido).

Estes episódios de sexta devem ficar interessante por compilar tudo o que houve na semana e trazer um maior esclarecimento da visão de Théo do que há com seus pacientes. Ver essa troca de lugares é, como eu disse, importante para compreendermos mais do paciente.

“Sessão de Terapia” fecha uma semana interessante e mostra uma opção sensacional para o horário nos canais fechados. Um acerto da parceria entre GNT e Moonshot Picture, e uma boa escolha de elenco e de Selton Mello como diretor, mesmo que ainda me sinta incomodado com alguns cortes abruptos.

* Danilo Artimos, editor do Episódios Comentados.