Sessão de Terapia: Nina (1×03)

4 de outubro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

E o episódio de hoje teve a ginasta Nina em foco na sua sessão de terapia, e Théo teve um bom trabalho em conseguir dobrar a garota e fazê-la se sentir a vontade.

Agora, falando em Nina, o que devemos realmente ficar de olho é em Bianca Müller que simplesmente arrasa em cena e a direção de Selton Mello extrai o melhor da garota.

Nina começa totalmente cética a sessão, sendo vaga em suas falas e Muller expõe muito bem esse sentimento de receio que a personagem precisa. O problema é que a edição teve muitos cortes e deixou tudo um pouco apressado, sendo que deveríamos curtir mais das mudanças de nuances da garota.

A maneira como Nina se abre é ótima, pois é dado o devido espaço para ela ir ficando a vontade e explicando seus medo e guia hotéis neuroses, as causas de seu acidente, o envolvimento com alguém mais velho, e ela sabe que sem se abrir, ela não terá a avaliação necessária.

O problema dela se abrir é expor que tem problemas de relacionamento com a mãe, que ela desafia a todo instante, com seu pai, totalmente distante, e com seu professor.

No meio disso tudo, Théo tem que lidar com seu filho, que prefere fingir uma febre para ficar em casa e até mais próximo dele, mas o terapeuta dá pouca abertura para ele, mostrando sua falta de afinidade com as coisas de casa.

“Sessão de Terapia” em seus 3 episódios exibidos até o momento, fez um bom trabalho, tudo muito bem dirigido e editado, tirando uns deslizes, e é uma excelente alternativa para quem gosta de série e principalmente do ritmo de uma novela.

* Danilo Artimos, editor do Episódios Comentados.