Surra em “Água Viva” mostra que, com tão pouco, era possível fazer muito

Foi ao ar hoje a cena em que Lígia senta a mão em Selma, na novela Água Viva. O motivo? A amiga está namorando com seu ex.

Hoje, nas aguardadas surras, as atrizes surgem em diversos planos, com muitas câmeras a disposição. isso possibilita que a sequência seja gravada várias vezes, unindo, depois, através de edição, os principais momentos.

Na novela, da década de 80, foi tudo feito de uma tacada só, com uma câmera. E com show de Betty Faria.

O ângulo da cena mudou apenas quando Lígia estava por cima, expediente comum em briga de mulheres nos folhetins. E Betty seguiu segurando a onda, quando a personagem de Tamata Taxman surgia apenas como figurante, lhe fazendo escada.

É um exemplo para as produções atuais, quando os novelistas e diretores querem inventar tanto e, no final das contas, o resultado é bizarro.

Ponto para Água Viva.

* não consegui imagens melhores

4 Comentários

  1. Na verdade estou assistindo Agua Viva mais para acompanhar como era naquele tempo, início da década dos maravilhosos anos 80, não sei o porquê, mas não assisti a novela. Apesar de que a mesma está meio paradinha. Dizem que fica boa a partir da parceria do Gilberto com o Maneco, mas isso só lá pelo capítulo 50.
    Também de primeira, a trilha sonora da novela, seja a nacional com a internacional. Requebrei muito dançando D.I.S.C.O.
    E que pena que não vi a cena da surra – pois justamente não vi a novela ontem, nem hoje ao meio-dia: buááá. Vi agora a cena no You Tube, mas a imagem tá péssima. De qualquer forma, valeu.
    Viva, fazendo muito para quem curte televisão, mas a televisão dos bons tempos. Atualmente não tem mais coisa que preste. Tá tudo no estilo de Sangue Bom. Tipo One Way.

  2. A cena apesar de ser feita com poucos recursos foi muito verossímil. Essa mesma cena serviu de inspiração para cena parecida em Celebridade.
    Eu até estou gostando da novela. Foi só entrar no ritmo e não ficar cobrando que a novela seja como as de hoje.

    E para terminar: Toda vez que vejo o Carlos Eduardo Dolabella acho que ele tem cara mesmo de Arnaldo rs.

  3. Não adianta bater uma pessoa contra a outra, porque violência não resolve nada.
    Como foi o caso da novela Água Viva em que a Lígia bateu na Selma, só porque a Selma a traiu com o marido dela.
    Do jeito que a Lígia fez de agir com ignorância em cima da Selma, vai ter o trôco.
    Quem fere com as mãos e os pés, esteja preparado a ser ferido com unhas dentes e armas.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*