Tem Algo Na Band Que Eu Adoro!

13 de abril de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Quando pensamos em novelas, a primeira coisa que vem a nossa cabeça é GLOBO! Também pudera, não tem pra ninguém. Mas se fossemos fazer uma fila indiana, estariam nela, em ordem: GLOBO, RECORD e SBT. Mas só? Aham… Só! Mas e a Band, eu lhe pergunto: Não! A Band é uma emissora de brasão esportivo; você me responderia.

O interessante é que dias atrás, durante a tarde, eu estava zapeando pelos canais em busca de algo assistível… Foi quando me deparei com a produção “Julie e os Fantasmas”, na BAND. Uma série Jovem que conta a história de Julie, garota que consegue ver e se comunicar com fantasmas. Confesso que já tinha ouvido falar que a Band estava produzindo essa série para 2012, e confesso que torci o nariz e desdenhei da mesma ao ler a noticia. Mas como sina que carrego; a maioria das coisas que faço pouco caso… Acabo adorando logo depois. E foi exatamente isso que aconteceu.

A série é muito boa, de verdade. Adorei o elenco, principalmente a protagonista Mariana Lessa; além de mandar muito bem como atriz, canta como um esplêndido passarinho feliz. E é isso que eu gosto na Band, ela tem um cuidado, um toque todo dela em fazer dramaturgia. ­

Espiem só a abertura da série teen

– Ah, mas você toma como argumento apenas uma produção? Não, cara pálida… Eu já provei de outras fontes, digo… De outras produções da casa.

Lembro mais perfeitamente quando a Band lançou a novela “Floribella”, protagonizada por Juliana Silveira e Roger Gobeth. Isso no ano de 2004 (Fiquei pasmo ao dar conta disso). Eu tinha por volta de 12/13 anos e não perdia um dia de novela. Na época eu até cheguei a comprar o CD, pra vocês verem o quanto eu gostava. Depois de 1 ano e meio e 344 capítulos exibidos, chegou ao fim. Chorei bastante no último episódio, foi incrivelmente lindo!

Deem uma olhadinha na abertura de Floribella

Após ficar órfão com o fim de Floribella, a Band lançou a novela “Dance, Dance, Dance”, mas eu não acompanhei. Após essa terminar, outra novela foi lançada, a mesma intitulada como “Água na Boca”. Essa sim eu assisti, e mais que isso: ME APAIXONEI!

“Água na Boca” era protagonizada pela atriz Rosanne Mulholland (Ex-Liga e futura professa Helena de Carrossel) e o ator Caetano O’Maihlan. A novela contava a história do amor proibido entre dois membros de famílias rivais. Ok, mega clichê… Mas era tão gostosa a novela, vocês não tem noção. As duas famílias não se bicavam por terem restaurantes concorrentes, então era aquela maravilha gastronômica: de um lado o requinte francês, e do outro a bela massa e o saboroso sotaque italiano. Temperos que acompanhados ao banho Maria de um primoroso texto, fez saciar a fome que eu sentia de uma boa novela.

Vejam como era linda a abertura

Enfim, a Band não fica devendo em nada às outras emissoras! Ouso a dizer que a mesma é capaz, se quiser, de brigar de frente com as novelas da Record! Já que sabe escolher um bom elenco, tem autores com texto rico e tem vontade de fazer… Falta só investir na ideia. Quem sabe não rola, não é mesmo?

Eu assistiria sem dúvida alguma!


* do internauta Hugoh.