O SBT nunca vai criar vergonha e um autor desesperado

Vocês se lembram que meses atrás Silvio Santos interrompeu seu programa para conversar com suas colegas de trabalho e pediu que confiassem, que dessem uma chance às novelas do SBT porque ele não cometeria mais loucuras?

Bem, na sequência, se não me engano, o SBT picotou Uma Rosa Com Amor e colocou a reprise de Canavial de Paixões, engavetou Corações Feridos e fez meio mundo de palhaço quando anunciaram que o beijo gay seria exibido na noite de ontem e “por estratégia de programação”, como disse Tiago Santiago, ficou pra hoje. Segundo ele, Amor e Revolução vai bombar!
Bombar com a cara no chão, só se for. Se na quarta-feira, que é um dia bom por causa do futebol, a novela estava na casa dos seis pontos, imagine hoje. E isso com toda a divulgação que o folhetim teve!

Agora vejam só: toda a mídia falou do assunto, ou seja, gente inteligente teria terminado o capítulo de terça com a cena das moças e continuaria o assunto ontem.

Insisto: gente inteligente teria feito isso.

Eu me recuso a assistir essa novela hoje, ontem já me sentia torturado por diálogos ruins e atores que não passavam verdade, me sentia vendo uma peça estudantil.

Tiago Santiago está fazendo de tudo para fazer Amor e Revolução acontecer: tortura, beijo gay, sexo em igreja… vai ter até fantasmas!

Daqui a pouco vai rolar até um retorno dos seus “famosos” mutantes, mas com aquilo ali que ele produz, vai ficar difícil.

E eu faço um convite: já que pensam que o telespectador é palhaço, não assista o beijo gay na novela, veja pelo YouTube, afinal de contas, quer apostar quanto que esse beijo vai ser um selinho ou um festival de bocas fechadas se esfregando?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*