Trombone: Diretor do SBT não está com essa bola toda pra chamar novela de "bosta"

3 de março de 2010 19 Por Endrigo Annyston

Queria falar sobre declarações que o diretor Del Rangel deu no portal Terra. Em certa altura, a entrevista estava pautada sobre a “mexicanização” das novelas. Referindo-se a adaptação Bela, a feia, da Record, disparou o valente: “O importante é como se faz. Se pegarmos a colombiana Betty, a Feia, vemos um grande exemplo. Ugly Betty, adaptação feita pelos americanos, é maravilhosa! E olha a que é feita pela Record. É uma bosta!”

Pois é,já não bastava o falador de cotovelos-mor, Thiago Santiago, agora também Del Rangel. SBT ta bem de faladores pelos cotovelos.

Del Rangel perdeu uma boa oportunidade de ficar quieto. É um colecionador de fracassos desde quando estava na BAND. Foi pro SBT e a saga continuou. Del Rangel é uma espécie de rei Midas ao contrário.

Penso que é falta de ética um diretor falar de produção da concorrente dessa maneira. Criticar com argumentos e apontá-los até é plausível, mas com termos como “bosta”, aí é foda. Foda é ver que a novela que Del Rangel dirige não é essa Coca-Cola toda. Em números de audiência, deu pífios 5 pontos.

Assisti a novela pela tela do celular e a primeira impressão que tive não foi boa. Apesar da imagem do celular consegui perceber que o SBT continua com imagem péssima e texto ruim. Aquela abertura com bonecos de ventríloquos ficou feia. A impressão que tive é que tentaram copiar a abertura de Bela,a feia. Interessante, na trilha sonora tem a música “insensatez” que é tema de Fernanda Lira e Tony Castelamare, de Poder Paralelo.

Enfim, ainda é cedo pra dar um parecer sobre essa novela do SBT, mas estou com impressão que a emissora vai ter saudades de Véu de Noiva. Tomara que seja só impressão mesmo.

Quanto a Del Rangel e sua infeliz declaração, dado o seu currículo, acho que ele não tá com essa bola toda pra chamar novelas de concorrentes de “bosta” não.

* do internauta Ary