Trombone: É Tudo Improviso é decepcionante!

19 de janeiro de 2010 23 Por Endrigo Annyston

Assisti ontem mais uma vez ao “É Tudo Improviso”, apenas para ter a certeza de que não deveria assistir.

Os integrantes são até divertidos, a ideia do programa é interessante, mas a graça vai até a página 2 apenas.

O líder Márcio tem um estilo diferente, toca bem o programa, tem uma ruguinha irritante entre as sobrancelhas, e, pelo programa que vi, foi praticamente um replay de segunda passada. Repetiu praticamente o mesmo texto.

E os quadros são até engraçados a primeira vista, mas na segunda já fica algo massante. O quadro do diretor, do troca-troca, do reporter triglodita, da mãozinha na cozinha, caiu de páraquedas, etc.

Não digo que o programa é ruim, ou que os integrantes não têm competência e talento, digo apenas que a proposta não “cola” pra TV porque pra televisão deve haver inovação. Na minha opinião, estes artistas caem bem para o teatro, onde o telespectador dá umas risadas assistindo e pronto. Talvez vá uma segunda vez. Mas uma terceira? Duvido!

Talvez um ponto desfavorável ao programa seja também que o público, acostumado ao CQC, esperava algo mais a altura para substituí-lo nas férias.

No meu caso, achei decepcionante!

* do internauta Marcos Marques, via e-mail