True Blood + Damages + Hot in Cleveland

Ontem pulei a chatonilda Insensato Coração e me atualizei com TB e Damages.

True Blood, de um modo geral, segue com uma temporada melhor que a anterior, mas com coisas ainda bizarras. Aquele lance de Sookie e Eric se tornarem um foi tremendamente trash.

O lance das bruxas, no entanto, insisto, veio para somar. Resta saber no que vai dar, quer dizer, é óbvio que os vampiros sairão vitoriosos, ainda mais que uma nova temporada foi confirmada.

Um embate final deve ser o tchan do season finale, pra “variar”.

Já Damages, Patty Hewes religiosa, really?

Como é complexa essa personagem. Geralmente é fácil visualizar uma Patty em muitos homens, querendo ser pais ou pessoas melhores, declarar seu amor e até demonstrar, mas algo impede que isso aconteça.

A impressão que dá é que ela morre de vontade de pegar a neta e a abraçar muito, dar carinho. É isso que vejo quando, por exemplo, a enfermeira está colocando a menina para dormir ou rezando. Mas ela não consegue.

E o lance do Afeganistão, assim como as bruxas em TB, foi um acerto.

Tem aquela imagem do primeiro episódio onde Ellen encontra alguém morto. Pela emoção, fica meio óbvio que era Chris, mas poderia ser esse moço que veio para ajudar, não?

E o elemento surpresa do episódio? A gente crente que o “senhor gripe” seria capturado pelo FBI e… lógico que não seria fácil assim!

Agora Hot In Cleveland: o episódio dessa semana foi um apanhado dos momentos mais divertidos dos bastidores da série e realmente capricharam.

Impossível não rolar de rir, gargalhar horrores e até chorar, com Elka falando sobre seu nick de quatro para seu contato virtual. Ou a sequência pós tiro, a da mesma Elka falando bitch na prisão…

Como Betty White é adorável, não?

Impossível não se apaixonar por essa tremenda atriz!

Fiz bem ou não em deixar IC de lado? Obviamente que sim.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*