True Blood: É mesmo uma esperança? (3X06)

Podemos dizer “ufa”?

Segundo episódio seguido de True Blood que foi bom do início ao fim e não deu soninho ou tédio. Parece, aparentemente, que as coisas voltam a caminhar bem nessa terceira temporada que estava bem aquém do que estamos habituados.

Assistir nosso “ídalo” Bill totalmente detonado não é algo muito bom, né? Mesmo sem saber qual é a dele na verdade. É malvadinho, meio termo ou gosta da Sookie m-e-s-m-o?

O problema é que agora o Eric também passou a sofrer de múltiplas personalidades então está difícil saber o que pensar – o que é muito bom, qual a graça de ficar assistindo algo previsível? Hellow…

E acho que nosso sentimento estava representado ali na bitch da Lorena que mesmo tendo que matar seu vampirinho favorito estava destruída.

Também não podemos levar muito em conta a Tara, não é mesmo? Bem verdade que é louca de pedra e matou Frankin – é o que ela acha, né? pra mim ele não morreu… – e conseguiu libertar a Sookie, mas ela estava bem fora do pino por causa lá daquele namorado. Só que a gente ainda vibra pela Tara ainda assim, lógico.

O que estou querendo dizer, no final das contas, é que Sookie é a única que tem um caráter que não gera dúvidas. Mas ah, ela é a mocinha, então…

E como nossa série virou novelinha, tem que esperar o próximo episódio pra saber se a doce e meiga Sookie, agora mordida por Lorena, conseguirá salvar seu príncipe encantado da bruxa má. Oh dúvida, oh céus, oh azar…



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *