True Blood: Melhor episódio em… “séculos” (3X07)

4 de agosto de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Como eu esperei por um episódio completamente bom como esse de True Blood, especialmente em uma temporada aparentemente fraca onde apenas o primeiro e o sexto tinham realmente se destacado.

O foco novamente voltou a ser Sookie e Bill. Primeiro, o desfecho da cena em que ele estava preso. Confesso que não queria a morte de Lorena, afinal, quem vai atormentar Bill a partir de agora?

Tá, tô fazendo drama porque todo mundo o atormenta, mas ela tinha um teor hot e depressivo que tinha um charme especial!

O grande momento do episódio, no entanto, foi Bill pirando o cabeção e indo para cima de Sookie com tudo a ponto de… matá-la? Não, né.

Mas a partir disso tivemos ali… mais mistérios, nada de revelações. Se alguém pensou que finalmente saberíamos o que de fato ela é… ficou no desejo!

Bruxa? Fada? Uma X-Men? (rs)

Nesse mesmo episódio, também num ritmo muito louco de acontecimentos, Sam segue seus instintos e consegue salvar o irmão Tommy – #novelamexicanafeelings.

E a Rainha se casou com o Majestade num clima super romântico com a benção de Eric. O que era a rainha numa gaiola?

Prestaram atenção em um detalhe? Sookie mostrou para Tara como v-e-r-d-a-d-e-i-r-a-m-e-n-t-e um vampiro morre, ou seja… “a chapa vai esquentar!”.

Espero, sinceramente, que os próximos episódios mantenham esse ritmo alucinante que nos remetem aos melhores momentos de Bill e Sookie no primeiro ano de True Blood!