A TV parece açougue

O mercado consumista é muito indescritível e fantástico, digo isso pelo fato de que qualquer produto seja ele ruim ou bom sempre vai ter alguém que irá consumi-lo.

Assim é a TV, ela nos apresenta uma riqueza de variedades, mas quase nunca de qualidade e novidades. A TV é como um açougue, onde você pode comprar carnes de vários preços, qualidades e tipos. Tem aquelas que o açougueiro te diz que é “carne de primeira” e barata e quando você leva pra casa, vê que não Fez um bom negocio, pois tem mais nervo que carne, mas acaba comendo (Record).

Tem aquela emissora que tem tanta qualidade que até a gordura dela é boa, as pessoas adoram comprá-la pro churrasco “dá audiência e pronto” (Globo).

E aquele tipo que você sabe que existe, mas nunca compra, pois não é tão atraente aos seus olhos famintos (Gazeta).

 Já outras você compra uma vez por semana, pois é só nesse dia que te dá vontade de prová-la (Band e Rede TV).

Tem o bife que é bom, mas como já comeu muito na sua vida enjoa, é sempre a mesma coisa a não ser que coloque cebola, tomate e pimentão (SBT).

Enfim, por pior que seja uma atração sempre vai ter quem vai consumi-la, depende da formação da pessoa, do seu nível critico, do seu senso de qualidade e gosto. Cada um ingere o que consegue digerir, e se depois der uma bela dor de barriga não reclame, “você é o que você come”

* do internauta Hugoh D.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *