Um especial de Natal que não teve a intenção de ser e acabou virando o melhor de todos

Como assim melhor de todo se ainda nenhum foi exibido? Pois é, mas tenho certeza absoluta que nenhum deles será tão emocionante e real quanto o último bloco do Chegadas e Partidas desta semana.

Não era um especial de Natal, mas, se fosse exibido na semana que vem, com certeza poderia ter essa classificação.

Astrid Fontenelle chegou naquelas pessoas paradas ali no aeroporto já tratando da emoção das moças junto do que ela chamou de avó.

Não era avó, era uma desconhecida. Sim, uma desconhecida.

Pediram para uma das moças tomar conta dessa senhora por uma noite pois ela estava sozinha e, o que era pra virar uma ajuda de momento, fez com que essa senhora se tornasse parte da família.

Eles correram atrás do tratamento, contribuíram para sua melhora e permitiram que essa desconhecida ficasse em sua casa.

Sério, no mundo de hoje, quem tem coragem de colocar uma pessoa que você não conhece dentro de casa, sendo que tá difícil colocar até os conhecidos?

Tanto é verdade que muitas senhoras como ela estão abandonadas em asilos ou sofrem nas mãos de filhos ou noras e afins. Detalhe importante: o pai das meninas viajou com ela pra Rondônia pra acompanhá-la na volta pra casa!

Lindo, lindo da parte dessa família esse ato de generosidade!

E aí esse episódio do programa, sem querer querendo, e nem Astrid esperava por isso, nos dá uma esperança, mesmo que pequenininha, de que ainda existe esperança para a humanidade.

Sim, a gente está sabendo da vaca cretina que matou o cachorrinho e tem um monte de gente ordinária como ela por aí, mas, putz, graças a Deus ainda existem pessoas boas nesse mundo!

Por histórias como essa o Chegadas e Partidas foi eleito pela APCA como o melhor programa de 2011.

Eu gosto e gosto porque me coloca pra pensar, assim como a novela A Vida da Gente. Eu reavalio minha vida, penso nos outros. Reflito.

E é o que falta na TV: gente pensante que faça pensar.

Ah, e especial de Natal é exatamente isso: falar de v-i-d-a, não de Papai Noel!

Parabéns Astrid e equipe, vocês mereceram!

::

O programa ainda está sendo reprisado pelo GNT, assista ao menos o último bloco. É uma lição de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *