Um ingrediente que torna uma telenovela ainda mais especial

Semana passada o Reviva foi sobre musicas que embalaram telenovelas. Conversaram com Sidney Magal por conta do sucesso da abertura de Rainha da Sucata e José Augusto, responsável por Aguenta Coração.

O segundo, aliás, é um dos campeões de temas em folhetins. Ele, Roupa Nova, Lulu Santos, Rita Lee, Ana Carolina e alguns outros.

Sempre que o assunto é novela, e começamos a puxar na memória algumas cenas, automaticamente vem a tona o tema de abertura ou a canção que embalou algum casal.

Não dá pra pensar em Nando e Milena de Por Amor sem ouvir mentalmente Palpite e Só Você.

E os sucessos de Regina Duarte? Num piscar de olhos estamos ouvindo Dona, Coração Pirata…

Tem aberturas clássicas como as de Renascer, Mulheres de Areia, Tieta, cujas imagens casaram com a música e, hoje, é meio que um “neném sem chupeta, Romeu sem Julieta”.

Da mesma forma, os temas de séries. Beverly Hills 90210, Friends, Dawson´s Creek, Sex And The City, Weeds, A Feiticeira, Jeannie é um Gênio… Chaves, Punky, e etc e tal!

É uma lista que simplesmente não tem fim!!

Em contrapartida, admiro o fato de o Reviva ter veiculado a fala de um dos entrevistados. O cara coleciona LP´s e CD´s de telenovelas e disse que atualmente não compra ou raramente leva pra casa um CD de telenovela.

Disse que o nível caiu muito, não existe mais aquela qualidade. E é verdade.

Acredito que, nesse sentido, apenas as novelas de Manoel Carlos seguem com trilhas impecáveis e isso, muito por “culpa” do autor, que faz questão de participar da escalação das canções. E ele tem um gosto ímpar.

Na ânsia por agradar a tal “classe C” e aumentar as vendagens, hoje as trilhas estão tão desinteressantes quanto as próprias novelas.

Será que a geração de hoje será saudosista? Eles terão alguma coisa pra se lembrar?

Tenho minhas dúvidas.

18 thoughts on “Um ingrediente que torna uma telenovela ainda mais especial

  1. Endrigo – e está bom recordar a trilha sonora de Felicidade.

    Olha, arrisco a dizer que foi a melhor novela de Manoel Carlos ao lado de Sol de Verão.

    Sol de Verão e Corpo a Corpo acho que foram as novelas que tiveram a melhor trilha sonora de todos os tempos.

    Rainha da Sucata também é ótima!

    Eu não sei o que aconteceu. Não sei se é por causa da idade. Mas acho que não, pois tenho quase 45 e você menos de 30 e já tem esse pensamento parecido com o meu.
    Atualmente as aberturas, as trilhas sonoras, em nada lembram aqueles bons tempos.

    Raras novelas conseguem emplacar um hit.

    Você não tem ideia de como as novelas eram importantes para lançar músicas principalmente na década de 80.

    The winner takes it all – ABBA ( Coração Alado )
    Ritchie – Menina Veneno ( Pão Pão Beijo Beijo )
    Bem-te-vi – Renato Terra ( O Amor É Nosso )
    Muito Estranho – Dalto ( Sol de Verão )
    Água e Luz – Amelinha ( Amor Com Amor Se Paga )
    Still loving You – Scorpions ( Corpo A Corpo )
    Heaven – Brian Adams e I Should Know Better – Jim Diamond ( A Gata Comeu )
    Chora Coração – Wando e Sem Pecado e Sem Juízo – Baby Consuelo ( Roque Santeiro – os LPs da novela, tanto o 1º como o 2º foram sucesso de vendas )
    Toda Forma de Poder – Engenheiros do Hawai ( Hipertensão )
    O Amor e o Poder – Rosana ( Mandala )
    Listen To Your Heart – Roxette ( O Sexo dos Anjos )

    e por aí vai.

    Citei as mais antigas, pois você não conheceu aquele tempo mágico!

  2. Viajei com seu comentário.. algumas músicas citadas tocaram mentalmente, grandes sucessos!

    aliás, estamos num tempo de regravações… tem muita gente vivendo de cd´s ao vivo ou acústicos, e não lançam nada!! e quando lançam é regravação de um outro cantor. pouco se produz!

    sobre Felicidade, tem sido um prazer acompanhar. nesta semana, espetaculos de Laura Cardoso, Viviane Pasmanter e Tony Ramos!

    eu não consigo dizer se é minha preferida do autor, sinceramente não sei se consigo fazer um raking. mas é, sem dúvidas, a trama dele que eu tenho mais carinho, por ter sido a primeira que vi, quando virei fã. Maneco é o cara!

    tô muito ansioso por sua despedida!

  3. Eu tenho pouca coisa. Era uma vez nacional, Torre de Babel nacional e internacional, Coração de Estudante internacional, Belíssima nacional, Laços de Família nacional e internacional, Um anjo caiu do céu internacional, Por Amor internacional, O Clone internacional, O Beijo do Vampiro nacional e Desejos de Mulher nacional. Atualmente, não compro, baixo. Não compensa comprar um Cd, pouco se aproveita, seja de novela ou não. O último que comprei foi o do Kid Abelha, e, antes disso, o último também tinha sido do Kid, o acústico.

  4. Eu era apaixonado por trilha sonora até me decidir por um estilo musical da minha preferência, na verdade, as trilhas fizeram mais parte da minha infância, do que da minha fase adolescente/adulto.
    Ary, não é questão da Globo estar mais fraca, o fato é que com o enfraquecimento das grandes gravadoras, a Som Livre começou a investir em um cast próprio, diminuindo o espaço que usava para divulgar e promover artistas de outras gravadoras.
    A Globo pode até estar enfrentando concorrência, coisa que não acontecia no passado, mas ainda é a maior vitr ine musical. Aliás, ela é responsável por esse monte de Tche tchere re Tche tche, ai se te pego e ai ai ai ais que virou frebre no Brasil e mundo.

  5. Discordo André. Resta evidente que é muito mais complicado fazer um hit cair na boca do povo, e por conseguinte entrar na memória popular, em uma novela que dá 30% de ibope do que uma que dá 70%. Olha a diferença.

    Discordo também que os "Thce tchere" da vida sejam sucesso por responsabilidade pura e simples da Globo.

    A Globo pode até ajudar na propagação, porém esse tipo de música ganhou notoriedade por causa do desenvolivmento de novas plataformas que surgiram nas asas da era digital. Redes sociais, Youtube se tornaram veículos muito poderosos na propagação desses produtos.

    Fato é que não se vê nenhuma dessas músicas ligada à memória com a Globo.

    Definitivamente a perda de força da Globo, insisto, é primordial para as dificuldades recentes que a emissora tem de ligar uma música com suas telenovelas.

  6. Ary, com relação à responsabilidade dos tche tchereres, fui na raiz, em quem começou com a divulgação e na gravadora que esse pessoal pertence, não em quem internacionalizou.
    Aliás, boa parte dessa safra de sertanejo universitário foi lançada pelo Faustão, num projeto chamado Garagem do Faustão e a partir dai, a gravadora Som Livre abriu as portas para a nova febre musical.
    Claro que tudo isso é especulação nossa. Difícil (impossível) explicar a causa ou a razão do sucesso.
    Abraço amigo.

  7. Sim, entendi seu ponto de vista. Nesse aspecto você tem razão.

    Minha observação nesse caso fica na dificuldade que a Globo tem de ligar um artista a um produto seu e isso evidentemente pelo fato da perda de poder em números de audiência.

    Poucas pessoas, por exemplo, sequer sabem que esses artistas são da Som Livre, braço da Globo na música.

    Embora façam parte dessa plataforma global esses artistas tem trânsito livre pra divulgar seus trabalhos em emissoras concorrentes. Além das poderosas plataformas digitais na internet que pulveriza seus trabalhos e tira quase que completo o poder da Globo sobre esses artistas.

    Nesse aspecto que digo que, ainda que a Globo tenha poder pra lançar um artista no mercado, pouco poder tem para mantê-los ligados a ela mesma e por conseguinte, lançar hits que liguem a seus produtos.

    Abraços

  8. Ellen Oléria, esse é o nome dela, faz um tipo de música que não toca em rádios, a não ser em especializadas para um público adulto. Aqui em Sp temos a Nova Fm, especializada em MPB. Acredito que quando lançar o seu CD pela Universal, sua música tocará nessa rádio e será suficiente para vender seus shows pelas melhores casas do Brasil.
    Sucesso deve ser isso, o artista fazer sua música sem se vender a interesses comerciais e viver de sua arte.
    Eu gostei de Ellen, como gosto de Roberta Sá, Nise Palhares (Ídolos), Bibba Chuqui (ex do Raul Gil).
    Falando em Raul, tem um ex calouro do Raul que canta todas as quintas aqui perto da Bolsa de Valores, seu nome é Toninho Nascimento. Cantor da melhor qualidade, se apresenta e vende seus cds na rua. Alguns podem achar que é um fracassado, mas eu vejo diferente.

  9. Com já disseram, o mercado fonográfico passa por uma crise que está longe de acabar,porque as gravadoras só investem em "sertanejo universitário" e hà anos não surge um novo astro da MPB.apenas Roberto Carlos segue absoluto e pelo jeito ficará assim por muitos anos,o que é uma pena.não por ele ,mas sou a favor da livre concorrencia.Espero que isso acabe um dia .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *