Uma das cenas mais lindas da história das telenovelas

4 de janeiro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Ontem não tive como assistir ao capítulo de Mulheres de Areia, no entanto, no Twitter vi manifestações de pessoas me dizendo que tinha perdido um dos momentos mais importantes do folhetim.

E cá estou eu buscando na internet, essa parceira fundamental, essa cena. Realmente, emocionante. Simples e ao mesmo tempo tocante.

Ruth vai embromando, embromando e o próprio Marcos a surpreende revelando que há algum tempo sabia da verdade.

Juntando os caquinhos é possível fazer essa constatação. Dias atrás Ruth dizia, toda contente para Dona Isaura, que ele havia dito que se lembrava como se conheceram, através da carona.

E essa história era dela, não de Raquel. Agora, contra a vontade de Raquel e Virgílio, tem início – reinício? – uma das mais belas histórias de amor da teledramaturgia nacional.

Não a toa a audiência de Mulheres de Areia tem reagido positivamente nos últimos dias. Mesmo na terceira exibição é impossível deixar de se envolver.

Os últimos capítulos, aliás, estão sensacionais com o “sonho” de Da Lua ou com Raquel azucrinando Virgílio.

Essa novela é a verdadeira tradução da sessão Vale a Pena Ver de Novo, pena que nem sempre a Globo acerte nos títulos.