Uma Rosa era uma história de amor a moda antiga

Assisti à novela desde o primeiro capítulo. Achei o enredo açucarado, mas era a proposta da novela. Carla Marins esteve excelente no papel de Serafina e certamente cumpriu o que foi proposto. Gostei da ousadia de Beth Faria ao interpretar uma típica dona de casa simples. Ficou longe de personagens poderosas e sedutoras como Tieta do Agreste provando que é uma atriz multifacetada. Personagens como Frazão, Claude, Seu Pimpinoni, Dona Pepa, Terezinha e Seu Giovani eram muitos legais. Adorava as brigas de Seu Afrânio com Dona Pepa. Um show de Jussara Freire e Nilton Bicudo.

Uma Rosa com Amor era uma alternativa para quem queria fugir do noticiário das 20h e acompanhar uma história de amor à moda antiga. Talvez o grande público tenha se afastado com receio da inconstância do SBT, que tem fama de mudar a sua programação sem aviso prévio. Alguns ajustes foram feitos, como a primeira fase de Roberta Vermont, que vivia a passar produtos Jequiti. Foi um texto gostoso de acompanhar, mesmo para quem sentia falta de adrenalina, o que o autor resolveu na fase final, quando o personagem Egídio começou uma série de tentativas de assassinatos e a principal vítima era a Dona Rosa Petroni Geraldy. Era a típica história de uma menina pobre que se apaixona por um cara rico, distante da sua realidade.

Particularmente, gosto da tentativa do SBT em manter o núcleo de teledramaturgia. Só acho que as histórias precisam ser mais ousadas para atrair cada vez mais telespectadores. Lembro de novelas como Éramos Seis, que fazia o público migrar todos os dias para o canal de Silvio Santos. Talvez Uma Rosa com Amor não teve grandes números na audiência, mas o público fiel acompanhou a história da Secretária que casa para ajudar o plantão e se apaixona por ele.

Outro ponto positivo foi a trilha sonora. As músicas tinham sincronismo com as cenas. Canções como “Tiro ao Álvaro”, na voz de Elis e Tradição (quem nunca viu o samba amanhecer, vai no Bixiga pra ver, vai no Bixiga pra ver). Era legal ouvir Beth Carvalho enquanto as imagens do Bixiga e de São Paulo passeavam pela tela. Músicas modernas também embalaram cenas da night de ‘Uma Rosa com Amor’.

Agora é esperar para ver o que Thiago Santiago trará para nós na próxima novela!

* do internauta João Ventura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *