Única novidade da Record, Got Talent estreia em baixa

Foi ao ar ontem a primeira edição da versão brasileira de Got Talent.

Exibido pela Record e comandado por Rafael Cortez, a novidade dividiu opiniões.

No quesito audiência, no entanto, ficou claro que a estreia deixou a desejar.

Foram oito pontos de média contra cinco do SBT e quatro da Band.

Mas vamos combinar? A noite televisiva estava fraca.

Tapas & Beijos voltou com um episódio qualquer coisa  – justifica a baixa audiência no retorno da temporada, 23 pontos – e Louco Por Elas, mesmo com a Veruska de Reginaldo Faria, ficou devendo.

Bom mesmo foi ver Murilo Fraga, SBT, esbravejando no Twitter por conta da audiência fraca do longa A Origem.

Segundo Fraga, é impossível, após tanta divulgação, o filme ter tão baixa repercussão. A Band estava ali, na cola.

Não sabia que A Origem tinha potencial para balançar as estruturas da programação noturna.

Tropa de Elite 2 sim, deixou a desejar. Era filme pra mais de 22 pontos.



6 comentários em “Única novidade da Record, Got Talent estreia em baixa”

  1. Ontem Tapas e Beijos não aguentei ficar ate o final, a mesma coisa de sempre nada de novo uma chatice. Fui conferir TWD na Band e a Band tbm não aprende anuncia, os Simpson as 9:30 e era quase 11:00 e tava passando ainda

  2. Para além de números – que também não me surpreendeu, afinal a novela não ajuda – gostei dessa estréia. Promete.

    Dos jurados só não gostei muito da Cicarelli, muito água com açucar. Ficou meio perdidinha.

    Já o Milton Cunha e Sidney Magal tem tudo para o que se espera de um jurado para programa desse naipe. Destaque muito positivo para Miltom Cunha que se sobressaiu perante seus pares.

    O apresentador Rafael Cortez precisa dar uma melhorada. Ainda carrega a veia de repórter do CQC. Nada, porém, que comprometesse o conjunto.

    No geral, me agradou e pretendo acompanhar.

    Destaque especial para o Twitter que alcançou os TT,s mundial. Parabéns a Record!!!

  3. Não vai dar mais que isso. Murilo exagerou um pouco, o filme fez sua parte, mas se fosse Romeu tem que Morrer, aí sim, ferrava a Record. O programa vai ter melhorar, não que esteja ruim, mas na segunda já passa algo parecido, então na terça já chega meio saturado! E se a escala de filmes for boa, a coisa complica sim. Leonardo só tem boa aceitação Sr. Murilo em Titanic, no resto ele é comum. Ontem deveria ter sido Batman 2, mas parece que ele não viu os índices de Batman 1 há poucas semanas.
    Ao que parece a Record só terá GRÁFICOS do Twitter para comemorar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Agora sem piada. A Record não leva jeito, ainda, para esse tipo de programa, falta experiência, mas tá tentando, isso é bom.
    Ruim é o SBT sabendo que poderia bombar com isso, não comprou os direitos, preferiu por 02 anos fazer o genérico e depois ficar na mão e o Telespc! também! Porque se a Record tivesse arrancado O André e os Jurados do Astros a conversa era bem diferente!

  5. A Origem é um filmasso, mas muito complexo para a TV aberta, principalmente na primeira meia hora. E outra, é um filme que já passou tanto na TV Paga que o telespectador já não vê como novidade, o mesmo digo para Tropa de Elite 2. Se a TV aberta não propor aos estúdios de cinema um intervalo mais curto para exibir na TV e parar de deixar as boas estreias para a TV Paga vai continuar afundando. Para a Globo, que tem uma pluralidade de canais na TV Paga isso nem faz diferença. Ser assinante do Telecine ou ver na TV Globo aberta as Organizações Globo estão ganhando do mesmo jeito. O impacto dessa política esvazia o SBT, Record e Band. Foi-se a época que TV Paga era algo elitizado. E a TV aberta está perdendo o seu caráter de novidade para a TV Paga e, sobretudo, para a internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *