Up All Night: Se alguém fizer isso comigo eu caso! (season finale)

19 de abril de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Up All Night chegou ao season finale garantindo uma provável renovação para o segundo ano, mas acho que muito dessa continuidade ocorre por conta das estrelas da produção.

Caso contasse com outros nomes no elenco, dificilmente teria continuidade.

E é por isso que cheguei até aqui: por gostar de Christina Applegate e  Maya Rudolph. E é difícil seguir uma produção apenas por isso, já abandonei Mike & Molly há muito tempo mesmo adorando Melissa McCarthy.

UAN chegou com uma proposta interessante dos pais que, dentre outras coisas, “passavam a noite acordados” por conta da bebê. É o que sugere o título.

Mas ficaram devendo nesse ponto família tanto quanto com relação aos bastidores do programa de Ava.

Ou seja, Up All Night não passou de uma série engraçadinha e a gente bem sabe que o “inha” é usado tipo para pessoas bonitinhas, o chamado “feio arrumadinho”.

O roteiro é fraco quando se fala das estrelas do show e também com relação aos convidados. Megan Mullaly merecia muito mais.

E aí que, mesmo tendo continuidade, fico por aqui.

Claro, antes devo dizer o motivo do título: coisa mais linda a declaração de amor musicada de Chris para Reagan, ao som de Total Eclipse of the Heart de Bonnie Tyler.

Se alguém fizer isso pra mim, mesmo eu não sendo um moço casadoiro, juro que caso.

Tá, não caso, mas penso a respeito. Hum… ok, só vou achar bonito.