Vale Tudo: Simples, mas nada óbvia

22 de outubro de 2010 0 Por Endrigo Annyston

As novelas antigas não precisavam ter essa pegada alucinante que cobramos hoje em dia. Atualmente se os acontecimentos são poucos ou raros a gente faz bico.

E Vale Tudo, a gente vai vendo, tem uma receita bem simples. Simples, mas não óbvia.

Raquel agora vende lanches na praia e tá faturando uma graninha com seu negócio.

Daí vem Maria de Fátima louca pra dar um pulinho na praia.

Juro, juro que não visualizei as duas se encontrando ali. Só fui falar “ih, deu merda”, quando elas estavam quase cara a cara.

E, vem cá, não dá um estímulo na gente assistir Raquel toda empenhada em crescer e, com o seu suor, mostrar para a filha o que é vencer na vida? Adoro!

Mais uma coisa… jurava que Renata Castro Barbosa tinha começado em Caça Talentos… passado!

Por fim: além de quem matou a gente vai ter que pergunta onde Está Odete Roitman? rs