Validade: até que ponto uma reprise é boa?

Ontem me peguei dando gargalhadas enquanto assistia mais uma reprise de Os Normais no GNT. Sempre que me lembro faço isso, adoro rever essa adorada série.

E isso me colocou para pensar: as produções televisivas tem um prazo de validade e os produtos de ontem podem não ter a mesma graça hoje?

Quando o Viva foi lançado, vibrei. Mas veja bem: após a festa inicial, assisto apenas o Sai de Baixo e Por Amor.

Insisto no Sai de Baixo mas já não vejo graça e me recordo que me acabava de rir com o programa. Entendo, apesar disso, que muitas piadas tinham a ver com aquela época.

No entanto não insisti com Quatro por Quatro e Chico Total, tive medo de acabar com a minhas boas memórias.

Qual o segredo de outras produções cujo efeito é o mesmo na primeira exibição e nas seguintes? Não deve ser fácil descobrir.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *