Vamp: Do tempo em que uma história bizarra era boa

Hoje volta e meia tem alguém falando que as novelas são mais do mesmo, né? Inclusive esse que vos fala.

Daí vem Bang Bang e Tempos Modernos que foram uma meleca, Os Mutantes que foi sucesso mas… né?

No entanto, as ideias foram boas, especialmente no caso da novela de Tiago Santiago.

Só que uma trama diferente, mais que em qualquer outra, precisa de um bom texto e um elenco que realmente convença, senão fica bizarro.

E isso que aconteceu com Vamp ou Olho no Olho, num tempo em que a tecnologia não era aquelas coisas mas que sobrava criatividade. E gente com talento.

Vendo a estreia de Vamp ontem no Viva mais uma vez eu tive a certeza disso que sempre falo: falta talento na TV ou gente que queira atuar de verdade, não querendo apenas estar na mídia.

Ser notícia qualquer um consegue, veja o caso da Geysi.

Poucos são o que se mantém por merecimento, por realmente serem bons.

Pena, no caso, que por nossas emissoras abrirem espaço para gente bonita e sem sal, muitos destaques de Vamp sumiram.

Cadê o elenco jovem? Nem sinal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *