VC no Cena Aberta: Ídolos que não viram Ídolos

Quando nascemos nossos pais criam expectativas sobre nós, muitos anos passam e crescemos e temos que decidir o que queremos da vida, e essa não é uma questão facil de decidir. Hoje mais do que nunca a competição é acirrada. E o que é preciso para se vencer na vida? E detalhe, fazendo o que se gosta e que alimenta a alma, aquilo que faz seu peito ardem de prazer. Nesse Post quero falar sobre os “Realitys Shows Musicais” não só por aqui, mas pelo mundo. Todos eles tem a mesma missão descobrir talentos que possam arrastar multidões e conseqüentemente vir se  tornar um tão aclamado “ídolo”.

Não tem como falar desse tipo de programa sem falar no maior deles o “Ídolos” que nos Estados Unidos se chama “American Idol”, o programa nasceu em 2002. Depois de 9 edições ainda mantém o sucesso, apesar das mudanças de horários e dias de exibição. Por lá foram revelados grandes nomes hoje da musica como; Kelly Clarkson que ficou em evidência aqui no Brasil pela musica “Because Of You” que foi trilha da novela das 8 “Paginas da Vida” da Rede Globo. Temos também; Jennifer Hudson, Fantasia Barrino, Carrie Underwood, Jordin Sparks. Todos esses são cantores hoje muito respeitados, e como eles chegaram lá?

No Brasil o Ídolos não é o primeiro programa desse estilo, antes veio o “Fama” que teve varias edições e revelou grandes artistas entre ele; Vanessa Jackson, que por acaso eu torcia na época. Fez muito sucesso, mas hoje se apresenta apenas em bares. Outros foram Ivo Pessoa que emplacou musicas em novelas como O Profeta, Alma Gêmea, Desejo Proibido, Cobras e Lagartos e Sete Pecados. Marina Elali que nos emocionou muito com a musica “One Last Time” que foi tema da personagem Nanda da novela “Paginas da Vida” Marina também teve uma musica em “Sete Pecados” e “America”. Cidia e Dan que tiveram musicas em Como Uma Onda, Alma Gêmea e O Profeta. Thiaguinho que hoje é vocalista do grupo “Exaltasamba”. Hugo e Thiago e também Roberta de Sá que no momento está com uma musica na novela “Passione”, tema dos vilões Fred e Lara.

Outro programa de formato parecido foi “Popstar” que revelou o mega sucesso “Rouge” e o mais modesto “Br’oz”. Eis que depois do SBT experimentar um estrondoso sucesso com esse formato e tido uma visão que esse era, de certa forma, um formato muito rentável e que poderia gerar receita satisfatória para a emissora decidiu adquirir o formato do americano “Idols”. Estreou em 2006 e foi um grande sucesso principalmente em sua fase inicial, onde as bizarrices de certos candidatos sem noção é o ponto forte do programa. A primeira temporada acabou com o vencedor chamado Leandro Lopes, pouco tempo depois ninguém mais falava dele, eu não entendi, minha mãe não entendeu e meus amigos muito menos.

Estrearam a segunda temporada abrindo a boca com muito orgulho falando que procuravam o novo ídolo do Brasil, ué? E o da 1º temporada, foi engolido pela terra? O programa perdeu totalmente o fôlego na reta final e terminou como um típico capitulo de novela do SBT “Não aconteceu nada de interessante”, a vencedora… Dou-te um pirulito se você souber o nome dela, eu também não lembrava, mas pesquisei é Thaeme Mariôto e cadê?

A Record em 2008 ”passou a perna” no SBT e adquiriu o “produto” e o que mudou? 1 jurado a menos, mas a mesma cara de pau. Já estamos na terceira temporada e ainda eles enchem a boca como o SBT já fez no passado para dizer que procuram um “ídolo” para o Brasil. Não estou contestando eles como profissionais e sim como jurados do programa. Ta minha gente e cadê os outros dois candidatos que ganharam? Rafael Barreto e Saulo Roston?

O que me da mais vontade de rir é os jurados, eles sempre ali falando e falando como deve ser um ídolo. E por que os pupilos não vão adiante? Record só agora pensou em investir no Vencedor? Colocou o programa mais cedo esse ano para lançar o CD do vencedor em meados de novembro. Então ta né, eu só quero ver eles ano que vem procurando o novo ídolo do Brasil.

Eu tenho a impressão de quem ganha o “Ídolos” é apenas uma ferramenta, sem poder de escolha, são escolhidas as musicas para o vencedor e ele apenas vai e canta. Cadê a pitada do artista? Cadê a ausência que os jurados tanto falam durante o programa? Seria interessante se desenvolvessem um projeto baseado no estilo do artista and in your feeling “No seu sentimento”.

Uma ultima coisa: não vote em um candidato por ele apenas ser bonito ou algo assim, vote pelo talento, e digo mais, se você não gostar dessa pessoa a ponto de comprar o CD dela quando for lançado, não vote, por favor. E sim eu vejo de vez em quando, mas sempre fico com raiva.

* do internauta Hugoh D.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*