Vem Pra Rua: Protestos tiram futebol do foco e a Record se dá bem

Vem Pra Rua: Protestos tiram futebol do foco e a Record se dá bem

20 de junho de 2013 2 Por Endrigo Annyston

Se a Record se deu mal com os jogos Pan Americanos e a Olimpíada, o mesmo não se pode dizer da Globo e Band com a Copa das Confederações. As partidas estão rendendo índices significativos para as duas emissoras.

No entanto, há um diferencial: a Record transmitiu as partidas com exclusividade e, em dados momentos, conseguiu a liderança. A Globo até tentou minar os olhares para as partidas da concorrente focando em contagem regressiva para a Copa e coisas assim.

Agora a Record não precisou fazer nada. Quando os olhares do mundo todo estavam voltados para as partidas no Brasil, o brasileiro foi às ruas exigir seus direitos. Botaram a boca no trombone e estão repercutindo mais que o futebol. Tanto é verdade que o principal informativo do país, o Jornal Nacional, tem dedicado a maior parte de seu tempo de arte aos protestos.

Já a concorrente Record está registrando recordes de audiência durante a tarde com o Cidade Alerta, fechou com média de 12 pontos na quarta-feira.

Os movimentos pelo país cresceram mais que o esperado e agora as demais emissoras também estão olhando com mais atenção. A Globo deixou de exibir partida nesta quinta para exibir um plantão cobrindo as manifestações. O SBT também tirou do ar sua programação habitual e entrou com Carlos Nascimento.

Uma vitória, quando se trata de SBT. A emissora anda surpreendendo positivamente nos últimos tempos no quesito jornalismo.

Após tanto barulho, a tendência é não parar por aí. Os próprios organizadores dos movimentos afirmam que pretendem aproveitar que conseguiram chamar a atenção da mídia e vão cobrar ainda mais de nossos governantes.

Que assim seja!