A Vida da Gente encerra mais uma fase e fica cada vez mais linda

22 de dezembro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Mais uma fase tá chegando ao fim em A Vida da Gente. O momento de calmaria, segundo a própria Iná previu, tende a acabar agora com esse beijo entre Rodrigo e Ana.

O mais foda?

A autora e esse elenco fantástico nos envolveram tanto, mas tanto, que é impossível torcer por Manu ou Ana. Eu, ao menos, não consigo.

É tão fácil se posicionar nas outras novelas, né? Mas A Vida da Gente teve uma construção tão consistente que a gente entende Manu. E entende Ana. E entende Rodrigo.

E a Manu, que não é boba, assim como nós, também entende tudo. Naquela cena em que ela quase surpreendeu o primeiro beijo estava explícito, através da boa atuação de Marjorie Estiano, que ela tinha sacado o que estava rolando.

Antes disso, também cabe registrar, só posso dizer u-a-u para a cena de Fernanda Vasconcelos.

Assim como para Ana Beatriz Nogueira bancando a bruxá má com a Julia, Celina sem perceber tendo contato com o ex-marido, o novo casal formado por Iná…

Sabe, cada cena, cada personagem de AVG é importante. Difícil uma novela assim que passe verdade inclusive nos núcleos secundários. Quer dizer, nessa novela, eles são tão fundamentais quanto os protagonistas.

Não existe cena pra encher barriga nem gente sobrando. Na verdade, falta.

Como assim?

Ué, nos melhores momentos a novela acaba, como de praxe. Falta tempo!

Estou maravilhado com essa telenovela.

Obrigado Globo, obrigado Lícia e obrigadotudooceisjunto!