The Walking Dead: De tirar o fôlego e imperdível (2X07)

Ontem a noite me sentei para assistir ao quinto episódio da segunda temporada de The Walking Dead. Bem, quando o “asiático”, sem querer querendo, descobriu os errantes no celeiro, foi impossível conseguir deitar na cama e dormir sem ver o sexto, com a continuação.

Aí já passava da meia noite quando Lori teve sua gravidez e quase aborto descobertos por Rick e eu tive que segurar o sono e aguentar até 1h da matina para ver se ele iria tirar satisfações com Shane a respeito da “traição” praticada pelo amigo e pela esposa.

Achei tipo surreal ele ter ficado quieto durante todo o episódio onde o amigo cantou de galo. Shane simplesmente passou por cima de tudo e de todos – e ainda deu uns esfregas em Andrea que com certeza ficara envolvida e tomará no nariz -, abriu o celeiro, libertou os errantes e, mesmo sabendo que estavam presos por serem entes queridos do fazendeiro carrancudo, matou um a um. Logo os amigos ajudaram.

O pior momento foi quando…

Sabe, eu pensava que a última pessoa a sair seria a esposa de Hershel, achei que ficou faltando esse momento já que ela e o enteado estavam por ali. Aliás, aqui cabe dizer: caralho, que show de atuação de Scott Wilson. Hershel não abriu a boca, mas em sua face estava estampada sua dor.

E não era a esposa, era a pequena Sophia. As buscas poderiam ser encerradas porque, bem, óbvio tinha acontecido: ela também era uma errante.

Achei digno Rick ter executado a menina, sendo que seus amigos fizeram um verdadeiro tiroteio para acabar com os errantes de Hershel. Ele, como líder dos demais, era o mais indicado para “matar” Sophia.

E aí que ficaram muitas dúvidas, deixaram um tremendo gancho pra gente ficar se roendo de curiosidade esperando chegar fevereiro.

Hershel expulsará todo mundo? Lori terá o bebê? E esse bebê é de quem? Maggie ficará com Glenn?

Novos casais serão formados? Mais gente vai morrer?

RICK VAI JOGAR TUDO NA CARA DE SHANE????

OMFG!

Depois de Homeland, melhor temporada de série americana em 2011!!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *