The Walking Dead: O que eu posso falar? (1X02)

12 de novembro de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Eu estou percebendo que tenho dificuldades com certo tipo de produções.

Aqui no Brasil senti isso com a série A Cura, de João Emanuel Carneiro, que tive que compreender a real proposta da produção para me tornar fã.

Isso se repete com The Event, fiquei com pé atrás até que as coisas começassem a ser realmente apresentadas para nós, telespectadores.
Acho que todos ficamos meio receosos depois de Lost, né? Ainda existe aí Reunion, que sequer teve fim…

A questão é que gosto do que vejo em The Walking Dead e algumas situações são realmente instigantes, como o cara brigando com o “negrinho” e desesperado por ser abandonado; aqueles mortos ferozes perseguindo todo mundo ou Gleen correndo feito um louco com o carrão que tinha em mãos, foi um jeito cômico de encerrar o episódio.

Teve ainda o pessoal que está “seguro” se desentendendo… e, nossa, rapidamente o “amigo” de Rick. e sua esposa já se acertaram né?

Mas tô meio assim, em cima do muro. A segunda temporada já foi encomendada e, mesmo com a garantia de continuidade, tem aquela expectativa de… afinal de contas, isso vai dar em que?