Weeds, uma série maluca que realmente tem a minha cara

Há um tempo atrás assisti ao piloto de Weeds. Gostei, mas ficou por isso mesmo.
Dias atrás o internauta Gabriel Gabo insistiu e afirmou que eu devia dar uma nova chance pois era a minha cara.
Não sei se uma traficante rodeada por um povo maluco tem a minha cara. Tem?
Lógico que tem, estou totalmente identificado com Weeds.
Ah, deixo bem claro: não por conta das drogas mas pelo povo maluco. Afinidade total!
Terminei a primeira temporada e o saldo foi mais que positivo!
Destaque: as duas menininhas praticando lesbianismo.
JEMTE… fosse no Brasil, jamais, hein? Povinho atrasado.
Rolei de rir com essa cena e diversas outras, super recomendo.
E já vou conferir as temporadas seguintes, quem sabe eu chego a tempo de ver a sétima junto com o povo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *