Apple pode comprar a Netflix por US$ 189 bilhões

Analista acredita na compra da Netflix pela Apple (Reprodução)

Você acredita na venda da plataforma mais famosa do mundo nos próximos anos? Para o analista Samik Chatterjee, da Bloomberg, essa transação deverá acontecer futuramente.

Atualmente, as ações da Apple estão caindo, acima de tudo por conta da crise de vendas de iPhones. Embora os aparelhos estejam cada vez mais modernos, os preços não ajudam. Graças a isso, a empresa deseja expandir os horizontes.

Uma das boa possibilidades seria em entrar para o mundo do streaming. Grandes empresas estão fazendo o mesmo. Até dentro do Brasil vemos um grande investimento do Grupo Globo e da Record, respectivamente com seus serviços GloboPlay e PlayPlus.

Se a Apple conseguir a proeza de comprar uma companhia já tão bem sucedida quanto a Netflix, seu investimento seria – apesar de mais caro – muito mais prático. Afinal de contas, além de ser o serviço mais conhecido no mundo, as produções originais são um grande trunfo.

“Acreditamos que a Apple pode alcançar sinergia entre sua posição de líder nos smartphones e uma transição rápida do consumo de vídeo em dispositivos móveis para fortalecer o crescimento de seus serviços”, disse Samik.

De acordo com o site Observatório do Cinema, o valor atual de mercado da Netflix é de US$ 148 bilhões. Esse valor, no entanto, deverá mudar até uma eventual venda e o montante poderá somar US$ 189 milhões.

Por sua vez, a Apple soma US$ 245 bilhões livres para poder gerar novos investimentos.

Serviço de streaming da Apple pode chegar em breve

Contrariando a ideia de que a Apple não estaria disposta a criar uma plataforma para ela, na semana passada foi divulgada a informação de que seu serviço chegará em breve.

Questionado, Tim Cook, CEO da empresa, escondeu o jogo, mas afirmou que existem várias negociações avançadas. “Vamos entrar no mundo do conteúdo original. Assinamos um acordo de parceria com a Oprah [Winfrey]. Contratamos muitas pessoas ótimas e temos muita confiança de que estão trabalhando duro”.

De acordo com o site The Verge, o lançamento pode acontecer já no próximo mês de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *