Polícia evacua escritório da Netflix em Hollywood por suspeita de atirador

Polícia evacuou prédio da Netflix por suspeta de atirador (Reprodução)

Os profissionais que trabalham no escritório da Netflix em Hollywood, nos Estados Unidos, levaram um belo susto nesta quinta-feira (14). Após suspeitar de um atirador no campus, a polícia evacuou o local.

De acordo com o site KTLA, o Departamento de Polícia do estado foi acionado depois de uma denúncia de que existia alguém portando uma arma de fogo. A instituição confirmou que um suspeito segue sob custódia, já fora do local. Nenhuma arma foi encontrada com ele.

“Recebemos uma denúncia sobre um potencial incidente de aplicação da lei. A polícia está realizando uma varredura no local com muita cautela. Não há perigo ou ameaça imediata para nossos funcionários”, disse a Netflix para a revista Variety.

Ainda segundo o site, empregados do Sunset Bronson Studios não conseguiram sair do prédio depois do incidente. Ao menos doze policiais foram vistos na entrada do estacionamento do escritório da plataforma.

Fontes informaram que funcionários foram aconselhados a “mudar para espaços internos e longe das janelas do prédio”.

Operadoras perdem espaço e Netflix cresce no Brasil

O crescimento da Netflix no Brasil durante os últimos anos é algo considerado incrível. A primeira plataforma de streaming a fazer grande sucesso no país conseguiu tirar – e muito – o público das empresas de TV por assinatura.

Um novo levantamento feito pelo Amdocs (que fornece soluções para as operadoras de TV) garante que a preferência do brasileiro, atualmente, é de fato as plataformas. E a tendência é que isso aumente. No país e no mundo, outros serviços também estão ganhando mais notoriedade a cada dia.

Tal levantamento usou dados do mesmo segmento em 14 países diferentes. No Brasil, a TV por assinatura já não tem muita adesão (26% das casas), mas esse número caiu 3,9% no último ano.

As plataformas, por sua vez, fazem exatamente o caminho inverso. De acordo com o site Olhar Digital, uma outra pesquisa da Google apontou que o brasileiro tem passado muito mais tempo utilizando os streamings. O crescimento nos últimos três anos foi de incríveis 90,1%. Em 2014 a quantidade de horas era 8,1, número que subiu para 15,4 horas.

E não para por aí: cerca de 61% dos usuários da TV à cabo também assinam alguma plataforma. A mesma pesquisa garante que as operadoras devem permanecer estáveis até 2022. A questão, no entanto, é que outras plataformas estão chegando por aí.

Crescimento e futuro das plataformas

No Brasil, por exemplo, o GloboPlay tem aumentado seus assinantes todos os dias. Além de um vasto conteúdo original da Globo, a empresa tem adquirido várias produções de sucesso de outros estúdios. Além dessas atrações, novos produtos têm sido produzidos e são introduzidos direto no serviço.

A americana Hulu pretende chegar em breve no país, e a tendência é que ela chegue com força. Dona de produções grandes como The Handmaid’s Tale, a Disney passará a ser detentora de 60% da empresa, aumentando – e muito – os investimentos. Sem contar com a Prime Video, da Amazon, que já está presente no país, e a WarnerMedia, que deve chegar em breve.

A Netflix continua sendo a líder absoluta do seguimento. Ela está presente em 24% das residências, número considerado excelente. Ainda na pesquisa, os entrevistados citaram que encontram mais conteúdo no último ano do que a TV por assinatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *