Alfonso Cuarón venceu a categoria de melhor diretor por Roma, da Netflix (Reprodução)

Mudanças nas regras do Oscar geram polêmica e podem impedir Netflix de ganhar prêmios

“No caso em que a Academia, uma associação que inclui vários concorrentes, estabelecer certos requisitos de elegibilidade para o Oscar que eliminam a concorrência sem justificativa pró-competitiva, pode levantar preocupações antitruste”, diz Delrahim nas palavras.

“Acordo entre concorrentes para excluir novos competidores podem violar as leis antitruste. Isso quando seu objetivo ou efeito é impedir a concorrência que ameaçam os lucros das empresas estabelecidas”, finalizou Maka.

Na última edição do Oscar, realizada em fevereiro passado, a Netflix recebeu quatro estatuetas das 15 indicações (que foram recorde, inclusive). Roma venceu os prêmios de melhor filme estrangeiro, melhor fotografia e melhor diretor (por Alfonso Cuarón). Period. End of Sentence, por sua vez, venceu como melhor documentário em curta-metragem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *