Os Dez Mandamentos

Confira o resumo de Os Dez Mandamentos de 18 a 22 de junho de 2018

Balaque faz uma surpresa a Betânia e traz os sobrinhos dela, Abner e Haya. O rei é alertado que os hebreus deixaram o Sinai. Assir e Elcana tentam convencer Corá a desistir dos questionamentos e não provocar mais a Deus. Josué busca Corá e Moisés o repreende. Zipora tenta se aproximar de Miriã, mas ela não dá muita atenção a cunhada e elas discutem sob a espreita de Joquebede que ouve tudo. Zípora vai buscar água e Joquebede chama Miriã para conversar e ela reluta ouvir a mãe. Oren se preocupa com Adira e quer ajudá-la. Ela pede para recuperar os filhos Abner e Haya e diz que faz o que for preciso para tal.

capitulo 043, quinta-feira, 21 de junho – Oren nega ajuda a Adira para resgatar os filhos. Zípora comenta com as irmãs que está triste com a situação entre ela e Miriã que não se entendem. Tales e Quenaz trocam socos e pontapés por causa de Yarin. Joana aparece na porta da tenda e traz um bolo para Arão. Ele prova o bolo e conversam sobre a fé em Deus. Oren confessa a Siloé que está apaixonado por Adira. Tanya revela a Betânia que a rainha e Zur tramam contra ela. Hur e Miriã brigam e ela corre para a tenda de Joquebede, que a repreende. Hur vai até a tenda e fala duro com Miriã que fica balançada.

Betânia tira satisfação com Zur. Balaque quer devolver os ossos de Jetro a Moisés, mas Elda pede que entregue ossos de um nobre qualquer. Joana fica radiante do que Arão falou dela para Inês. Zur ensina Abner a lutar com espada corretamente. Oren diz ao rei Seom que Adira insiste em rever os filhos. O povo hebreu volta a caminhar pelo deserto e reclama com Moisés que não aguentam comer maná e caminhar exaustivamente. Josué e Moisés tentam conter os ânimos enquanto Corá, Datã e Abirão incentivam a revolta cada vez mais. Moisés se afasta da multidão inconformado com a atitude dos revoltosos. Distante dali ele ergue os braços, ora e briga com Deus.

capitulo 044, sexta-feira, 22 de junho – Moisés, péssimo, abaixa a cabeça e olha para o chão, desolado. Deus fala com Moisés e avisa que o povo comerá carne. Adira conversa com Oren sobre os filhos. Quenaz pede Yarin em casamento e ela diz para esperarem mais um pouco, até que Tales se conforme. Zípora está preocupada com Moisés e Joquebede tenta acalmá-la. Os egípcios continuam reclamando e Josué tenta acalmar o povo. Hur e Miriã ainda estão estremecidos. Abirão tenta aconselhar Tales, sem sucesso. Miriã pega água calada e ressentida com Hur que está em silêncio.

Ao amanhecer no acampamento, codornizes invadem tudo em grande quantidade. Zur conta a Betânia que os hebreus estão se movimentando, logo chegarão a Moabe e que seria a chance dela de partir com eles. Elda está preocupada com o que ouve do Deus dos hebreus e como fará para derrotá-los depois de tudo que já foi feito anteriormente. Josué e Moisés conversam sobre a aproximação da Terra Prometida, Canaã.

Jerusa conta a Simut que está grávida. Ada entra em trabalho de parto. Simut corre para avisar Datã que está confabulando com Corá. Joquebede está no rio e Safira faz o parto de Ada. Com um suspiro de cansaço, Joquebede senta-se ao lado de Miriã e Zípora, que continuam a lavar roupa no rio. Ajudada por Mirian, Joquebede recosta-se numa pedra. Miriam e Zípora se afastam. Quando elas retornam, Joquebede está morta, serena com um sorriso no rosto.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *