O Começo da Vida está no Repórter Eco

O Repórter Eco do próximo domingo (24/7) destaca o documentário sobre a formação de seres humanos, O Começo da Vida. O programa da TV Cultura também apresenta mais duas reportagens, uma sobre a pesquisa Como Anda, sobre mobilidade urbana, e outra sobre os benefícios de se cultivar uma horta caseira. A edição vai ao ar às 17h30, com apresentação de Márcia Bongiovanni.

Existem incontáveis espécies de seres espalhados pelo mundo, mas, dentre eles, o ser humano é o que possui a infância mais longa. Todo contato adquirido com os pais e familiares ao longo desse período da vida é essencial para que haja a formação de um adulto saudável. Pensando nisso e em todas as consequências que a relação afetiva pode trazer para o homem, a produtora de vídeo Maria Farinha Filmes retratou o tema com a produção do documentário O Começo da Vida.

A iniciativa foi da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, que há mais de 50 anos trabalha pelo desenvolvimento infantil, na intenção de construir uma sociedade mais promissora. Com a ajuda da Maria Farinha, o projeto pode se concretizar. Para a diretora do filme, Estela Renner, o assunto é importante pois “em nenhum momento da nossa vida, o nosso cérebro vai se formar tanto quanto nesses primeiros anos. A nossa personalidade, o nosso eu, o nosso sujeito… Então, tudo o que acontece ao redor da criança contribui para a formação dela.”

O documentário pode ser baixado de graça da internet pelo site videocamp.com, que indica também as salas de cinema em que o longa está sendo exibido. O Começo da Vida revela que não é o consumo de bens materiais em excesso que faz uma infância feliz. “Brinquedos caros e prontos, por exemplo, atrofiam os músculos da imaginação”, diz a diretora.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *