As Matrioskas com Glenda Kozlowski

Profissão Repórter cruza o Brasil com imigrantes venezuelanos

“Foi a reportagem mais difícil que fiz no programa”. É assim que Estevan Muniz caracteriza sua ação em uma das matérias exibidas pelo ‘Profissão Repórter’ desta quarta-feira, dia 2 de maio, que trata da crise imigratória venezuelana no Brasil. O repórter acompanha a jornada de 5 mil quilômetros feita por uma família que viaja da Venezuela, na fronteira com Roraima, até a cidade de São Paulo. Ao todo, são cinco semanas de viagem até que mãe, pai e filha de apenas quatro anos consigam cruzar o país sem recursos, sobrevivendo apenas de caronas e doações.

“Viajamos a pé, em caçamba de caminhonete, em barco de madeira, em ônibus. É uma jornada pelo país continental que é o Brasil”, conta Estevan, que conduziu a reportagem ao lado do repórter Eduardo de Paula. Uma das dificuldades foi dormir à beira da estrada e ver a família passar fome. “Como equipe, temos vários desafios a superar: a questão logística, de carregar câmera e equipamentos por um caminho tão longo; a questão de conteúdo, já que a jornada é cansativa e precisamos tratar de todas as questões e fazer um bom trabalho jornalístico sob o estresse; e principalmente a questão ética, de como registrar essa história sem se envolver de forma tão intensa na situação”.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *